Fale conosco
(48) 3066-9300
LEI CRIA DEZEMBRO VERMELHO EM 2017
01/12/2017.

"Aprovada pelo Senado em outubro, foi publicada em Novembro deste ano, no Diário Oficial da União, a Lei 13.504 que institui a Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis (Dezembro Vermelho). A campanha terá foco na prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids. Serão realizadas, ao longo do mês de dezembro, atividades e mobilizações tais como iluminação de prédios públicos com luzes na cor vermelha; veiculação de campanhas de mídia; palestras e atividades educativas; e promoção de eventos. A instituição da campanha já havia sido aprovada em agosto pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal. As ações do Dezembro Vermelho serão realizadas em parcerias entre o poder público, sociedade civil e organismos internacionais, de acordo com as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) para enfrentamento da Aids e outras DSTs".

Fonte: http://www.aids.gov.br

Foto dos Colaboradores do Hospital Regional Helmuth Nass - Biguaçu/SC

"O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de aids. O laço vermelho foi escolhido por causa de sua ligação ao sangue e à ideia de paixão, afirma Frank Moore, do grupo Visual Aids, e foi inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos na Guerra do Golfo".

O que é HIV?

"HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. E é alterando o DNA dessa célula que o HIV faz cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção. Ter o HIV não é a mesma coisa que ter aids. Há muitos soropositivos que vivem anos sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença. Mas podem transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomam as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações".

Comissão de Humanização do Hospital Regional Helmuth Nass.

Mariana Hoffmann Correia/Assessoria de Imprensa - Hospital Regional Helmuth Nass - Av. Egídio Abelino Richartz – S/N - Bairro: Beira Rio. Biguaçu/SC - 48 3047-8676

Telefone: (48) 3066-9300
Beneficência Camiliana do Sul - Hospital Regional Helmuth Nass.
Av. Egídio Abelino Richartz – S/N.
Bairro: Beira Rio. Biguaçu/SC.
CEP: 88164-240 - CNPJ: 83.506.030/0017-69.
imprensa@hospitalrhn.com.br
Copyright 2020 - Todos os direitos reservados - o2.ag  |  Webmail